Quem Somos / Artigos 

Saúde Geral

 A saúde geral do animal está diretamente relacionada á higiene, por isso antes de falarmos de fato da saúde, vamos falar desse quesito importantíssimo.
O local que seu filhote ou adulto irá viver, deve ser extremamente limpo para que não haja risco de contaminação por conta das fezes e outros fatores.

A higienização do local deve ser feita com água em abundância e produtos de limpeza como água sanitária ou produtos específicos que encontramos no mercado (ex: diluíveis a base de quaternário de amônia).
No caso do Akita em especial, é muito importante ficarmos atentos a nunca deixar o local molhado após a limpeza, a fim de evitar que eles deitem e fiquem úmidos podendo assim causar um crescimento de fungos na pele e alergias.

Após 15 dias da aplicação da última vacina, podemos dizer que o animal está totalmente imunizado, podendo assim circular em locais públicos.
Antes desse período não recomendamos passeios em rua, parques, no chão de pet shops, etc, a fim de preservar sua saúde contra doenças infecto contagiosas e parasitoses.
Com relação a pulguinhas e carrapatos, também devemos estar sempre atentos, já que esses ectoparasitas inconvenientes transmitem uma série de doenças( ex: DAAP, Babesiose, entre outras).
Como forma preventiva, devemos utilizar produtos específicos ( ex: Frontline, Advantage, etc).
 

Cuidados – Pelagem

O Akita possui a pelagem dupla, que nada mais é que pêlo + subpêlo. O pêlo (externo) deve ser duro, reto. Parecido como um alfinete. Deve ser espetado. Já o subpêlo, é uma lã macia e muito densa. Nos akitas vermelhos e tigrados, o subpêlo normalmente se mostra cinza escuro. Já nos akitas brancos, o subpêlo é da mesma cor. O Comprimento do pêlo do akita no pescoço, cernelha e cauda são ligeiramente mais compridos.

O “uragiro” nada mais é do que a predominância da cor branca em determinadas regiões do corpo do cão. Nos akitas tigrados, se aceita o uragiro branco, mesclado com cinza e preto.

Para uma pelagem brilhante, bonita e saudável, existem algumas dicas que podemos realizar no dia a dia…

A primeira delas é sempre escovar o animal com escovas de pinos (sem bolinha na ponta). Não recomendamos rasqueadeiras, pois elas podem arrancar o subpêlo, deixando o pêlo do cão deitado e não espetado como deve ser.

Nesta escovação, se o animal estiver sujo, pode-se utilizar talco neutro, pois ao escová-lo os pêlos mortos caem e o talco, ao sair, traz com ele toda a sujeira gordurosa. A melhor maneira de deixar a pelagem do seu akita bonita é escovando-o diariamente, pois além de remover a sujeira, os pêlos mortos, o excesso de gordura, da caspa e da poeira, também se massageia a pele, aumentando a circulação sangüínea, promovendo o crescimento de novos pêlos.

Quando der banho no seu akita, procure diluir o xampu, para que penetre com mais facilidade no pêlo. Quanto mais esfregar, maior o número de pêlos quebrados, diminuindo o volume da pelagem… Ao espalhar o xampu, procure massagear devagar o pêlo do animal, sempre trabalhando no sentido do pêlo.

Ao secar, procure antes utilizar um soprador, e tirar o excesso da água do corpo do cão. Na falta, utilize uma toalha, sentido cabeça-cauda, sem pressionar muito. Pode-se também tirar os excessos com a mão, procurando não puxar os pêlos.

O secador deve-se utilizar morno, à cerca de 25-35 cm. de distância pêlo. Deve-se utilizar a escova de pinos, no sentido do pêlo, para auxiliar na secagem. Não utilizar pentes com o pêlo molhado, pois quebra o pêlo e pode arrancar o subpêlo.

Lembre-se, não deixe cair água dentro das orelhas do seu akita. Para evitar, coloque um pequeno tufo de algodão dentro de cada uma, e não deixe seu cão com a pele humida e não deixe seu cão se secar ao sol. Ao contrario do secador e do soprador, o sol atua de fora para dentro da pelagem, podendo assim a pele ficar humida, o que favorece o aparecimento de fungos.

O Akita possui a pelagem dupla, que nada mais é que pêlo + subpêlo. O pêlo (externo) deve ser duro, reto. Parecido como um alfinete. Deve ser espetado. Já o subpêlo, é uma lã macia e muito densa.

Nos akitas vermelhos e tigrados, o subpêlo normalmente se mostra cinza escuro. Já nos akitas brancos, o subpêlo é da mesma cor. O Comprimento do pêlo do akita no pescoço, cernelha e cauda são ligeiramente mais compridos. O “uragiro” nada mais é do que a predominância da cor branca em determinadas regiões do corpo do cão. Nos akitas tigrados, se aceita o uragiro branco, mesclado com cinza e preto.

Lembre-se, não deixe cair água dentro das orelhas do seu akita. Para evitar, coloque um pequeno tufo de algodão dentro de cada uma, e não deixe seu cão com a pele humida e não deixe seu cão se secar ao sol. Ao contrario do secador e do soprador, o sol atua de fora para dentro da pelagem, podendo assim a pele ficar humida, o que favorece o aparecimento de fungos.
 

Alimentação

Para falarmos de alimentação, o primeiro passo é saber e entender quais tipos de alimentos existe no mercado.
As rações são divididas em três grupos básicos:

Standard: São rações mais baratas que utilizam subprodutos de milho e soja, farinha de carne e ossos, glúten e gordura animal.
A maioria das rações standard são muito palatáveis, ou seja, possuem um gosto muito agradável para os animais. Estas rações também são menos digestíveis e possuem uma qualidade inferior. E por isso o animal acaba comendo muita quantidade para suprir suas necessidades nutricionais, e assim o volume e odor de fezes também é grande. Podem ser encontradas em supermercados, agropecuárias e pet-shops.

Premium: São rações um pouco mais caras pelo fato de não utilizarem subprodutos e sim produtos de 1a. qualidade como carne de frango, ovelha e peru. São altamente digestíveis e palatáveis. O animal come bem menos do que uma standard para se satisfazer. Comendo menos quantidade, o odor e volume das fezes diminuem.

Super Premium: São as rações mais caras do mercado. Além de utilizarem produtos de primeira qualidade, como as rações premium, há uma maior quantidade de proteína digestível o que melhora o sabor e a qualidade do alimento. Apesar de serem mais caras, as rações premium e super premium, reduzem o volume de alimento ingerido pelo animal, uma vez que uma pequena quantidade já é o suficiente para satisfaze-lo. Com isso, o problema do preço é amenizado.

Tanto as rações premium com super premium são encontradas em pet-shops e agropecuárias e dificilmente serão encontradas em supermercados.
Esse tipo de ração também é completo e balanceado especificamente. Fornecendo uma ração de boa qualidade para seu cão, não precisa se preocupar com sua saúde nutricional. Com relação a quantidade e freqüência da alimentação para seu pet, também dividimos em grupos de acordo com a idade ou período em que o animal se encontra.

Filhotes: oferecer o alimento parcelado em três vezes durante o dia.
Atentando para que coma a quantidade especificada na embalagem da ração (de acordo com peso, raça e idade).

Deixar a ração á vontade tem alguns inconvenientes, como por exemplo inapetência, e um problema bem sério que muitas vezes passa por desapercebido, que é a umidade. Isso acontece muito no caso de deixarmos o comedouro cheio de ração, o filhotinho ou o adulto beberem água, e logo após irem se alimentar, daí parte o problema, a ração será molhada e dependendo da quantidade que tiver no comedouro durará muitas horas, ou até mesmo um dia inteiro, o que implica no crescimento de fungos na mesma.

Esses fungos aprecem rapidamente, e mesmo que não vistos a olho nu(bolor), podem causar desarranjos intestinais, e até infecções.
Adultos: Um cão adulto não tem o metabolismo tão rápido quanto de um filhotinho, por isso podemos parcelar a alimentação em duas vezes diárias, ou até mesmo oferecer a quantidade total, em uma única vez.

Cadelas prenhes e Lactentes: Deixar alimentação á vontade, mas sempre ficando atento a umidade que foi citada acima. Uma dica é colocar menor quantidade de ração no pote, para que se houver o caso de desprezá-la, o disperdicio, não será tão grande.

Suplementos vitamínicos também são importantes, mas tudo nas devidas dosagens e sempre acompanhado por um profissional da área.

Petiscos, ossinhos, snacks, e outras guloseimas deverão ser oferecidas como agrado ou recompensa, e nunca como substituição da alimentação.

Água sempre à vontade, limpa e fresca, recomenda-se que nos dias mais quentes acrescentem-se pedras de gelo, durante o dia todo.
Para falarmos de alimentação, o primeiro passo é saber e entender quais tipos de alimentos existe no mercado.
 

Condicionamento Físico

Assim como nós, nossos cães também precisam praticar exercícios físicos, para manter a boa forma e a saúde, que é o que mais importa! 
Com nossos cães, uma simples caminhada no parque ou na praça já ajuda, porém alguns outros exercícios são muito recomendados! 

A natação, além de ser um exercício muito relaxante, melhora a postura, alonga a musculatura, aumenta a capacidade respiratória e não existe o impacto!

Outro exercício recomendado é a “bicicleta”. Muito difundido no Japão, o criador tem o costume de andar de bicicleta com a companhia de seus cães, sendo esse um ótimo exercício físico, tanto para os cães quanto pros seus proprietários.

O mais importante num esquema de condicionamento físico para o seu Akita é o acompanhamento Veterinário. O médico, junto ao seu treinador e você deverão traçar metas e estudar qual o melhor caminho para seu cão ter uma excelente saúde.

Além da natação e caminhadas, o cão pode fazer ainda o Agility, que mistura obediência, exercícios físicos e brincadeiras. Além da saúde, nenhum akita é feliz confinado e sozinho! Exercícios que propiciam a interação akita – proprietário, sempre é benéfico!

Veja também

Filhotes Disponíveis


Nossas Filiais


Hotelaria para Akitas


Blog Yucatán Br

MicroshipFarmina
#Siga-nos
  • Facebook
  • Youtube
  • Twitter
  • Pinterest

Rodovia Dom Pedro I - Igaratá - São Paulo - Brasil
Fones: +55 (11) 98535-4150 (TIM) / (11) 99520-5131 (VIVO) / Nextel ID: 117*30728
contato@akitainubrasil.com.br